Agentes penitenciários iniciam greve e suspendem serviços no Piauí

A categoria reclama que o governo descumpriu acordo coletivo sobre o pagamento do reajuste salarial de 60% em três anos.

Os agentes penitenciários iniciaram nesta segunda-feira (11) uma greve por tempo indeterminado e suspenderam os serviços externos em todas as unidades prisionais do Piauí. Segundo a categoria, o movimento foi deflagrado após descumprimento de acordo coletivo firmado no Tribunal de Justiça.

“É um total desrespeito do governo do estado, que não quer dialogar com a categoria e não cumpriu o reajuste de 60% em três anos. Queremos o pagamento da insalubridade, reajustes no auxílio alimentação e subsídio”, declarou o presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Piauí (Sinpoljuspi), José Roberto.

Os servidores estão reunidos em frente à Casa de Custódia de Teresina e a Polícia Militar montou barreiras para evitar confusão. Durante o movimento ficarão suspensas as visitas íntimas e de advogados, a transferência de presos entre presídios e deslocamento para audiências.

“Serão mantidas apenas as vistorias, cumprimento de alvará de soltura e as atividades de praxe, como alimentação de presos e cumprimento de mandados. Só vamos retornar as atividades depois que nossas reivindicações forem atendidas”, informou o presidente.

Ainda de acordo com o sindicato, a categoria também reivindica melhores condições de trabalho e contratações novos agentes já aprovados em concurso realizado pela Secretaria de Justiça. A categoria reclama de sobrecarga de trabalho, já que o sistema prisional conta atualmente com 4.600 presos.

Em resposta, o secretário de Justiça Daniel Oliveira lembrou da situação financeira do estado e das dificuldades para manter a folha em dia. Ele destacou que os servidores já tiveram um reajuste de 6% este ano e que já entrou, através da Procuradoria Geral do Estado (PGE), com o pedido de decretação da ilegalidade da greve.

Fonte: g1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *